Site Loader
(11) 4380-8010
(11) 98766-0297
Rua Arapoca, 154 - Vila Formosa, São Paulo - SP, 03362-000
  Infarto: cardiologista do São Francisco explica como proteger sua saúde - HSF

 

Infarto, possivelmente você já deve ter ouvido essa palavra.

 

Segundo dados do Ministério da Saúde, 34 pessoas morrem por hora por conta de doenças cardiovasculares. Além disso, somente em 2017, o Brasil teve um total de 302 mil óbitos por enfermidades destes tipos.

 

Mas o que causa o infarto? Quais são os sintomas? Há como prevení-lo? Por fim, quais os impactos na vida de uma pessoa?

 

Portanto, para responder estas e outras dúvidas, entrevistamos a doutora Lígia Martucci, cardiologista do Hospital São Francisco, unidade Cotia. Confira a seguir mais informações.

 

Afinal de contas, o que é o infarto?

Dra. Lígia Martucci
Lígia Martucci – CRM 41645 – Cardiologista

Para iniciar, aos que desconhecem, “o infarto é a obstrução de uma ou mais artérias do coração. Quando elas começam a fechar, resulta no que conhecemos por pré-infarto, que é quando começam a se apresentar alguns sintomas. Já o infarto em si, é quando ocorre o fechamento total  desta(s) artéria(s)”, explica a médica cardiologista.

 

E quais são os sintomas do infarto?

Podendo variar de acordo com o indivíduo, o infarto pode se manifestar por meio de sintomas como: fadiga, dor abdominal, mal-estar, dor na região peitoral, falta de ar, entre outros.

 

De toda forma, embora alguns sintomas sejam característicos, Martucci esclarece que nem todas as pessoas apresentam, por exemplo, a típica dor no peito, símbolo do infarto. “Nem todos têm aquela dor que começa no peito, passa pelo braço e vai para a mão ou para as costas. Há quem tenha dor na mandíbula, que já pode ser o sinal de um infarto”, esclarece a profissional.

 

O que causa de fato o infarto?

Diversos fatores estão atrelados ao aparecimento de sintomas e/ou ocasionamento do infarto. HSFDentre os principais motivos, está o consumo excessivo de alimentos com gordura de origem animal.

 

“Todos estas gorduras (de origem animal) que são consumidas ao longo da vida  começam a ser depositadas nos vasos. Além disso, outras doenças como diabetes, pressão alta e uma série de outras patologias, contribuem para a alteração nas artérias do coração, levando à sua obstrução. Assim sendo, essa obstrução, quando concluída, resulta no infarto”, finaliza.

 

Diagnóstico precoce é a solução

Semelhante à outras doenças, o diagnóstico precoce auxilia no tratamento, análise de melhores práticas cirúrgicas e também no pós-operatório, caso seja necessário este tipo de intervenção.

 

Por fim, com otimismo, Martucci comenta: “Hoje em dia, tratando rapidamente o infarto, com cateterismo e medicações específicas, os pacientes evoluem muito bem, por isso a importância do diagnóstico precoce, para que se tenha também o tratamento precoce”.

 

Conte com o Hospital São Francisco

Se você precisa de ajuda ou quer buscar orientações sobre temas relacionados à cardiologia, conte com o Hospital São Francisco. Assim sendo, com estrutura completa e pessoal qualificado, o centro médico dispõe de todos os recursos necessários para atender pacientes dois mais diferentes níveis de complexidade.

 

Por fim, quer entender mais sobre o infarto e conferir algumas para proteger sua saúde? Assista abaixo o vídeo completo com orientações da médica cardiologista, Lígia Martucci:

 

 

Hospital Sagrada Família:

 

  Conteúdo: Equipe de ComunicaçãoFoto: Divulgação.

 

Assim sendo, confira outras notícias como esta acessando o link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *