Site Loader
(11) 4380-8010
(11) 98766-0297
Rua Arapoca, 154 - Vila Formosa, São Paulo - SP, 03362-000
Doença falciforme: você já ouviu falar sobre? - HSF

 

O Brasil junto a outros países celebra em 19 de junho, o Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme. E embora esta seja uma data representativa, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o que ela significa e qual o verdadeiro impacto na saúde.

 

Diferente do que alguns pensam, esta pode ser na verdade uma enfermidade mais comum do que se imagina.

 

Para te ajudar a entender mais sobre o assunto, te convidamos a conhecer mais detalhes sobre a doença falciforme.

 

Afinal, o que é a doença falciforme?
Para os que desconhecem, a doença falciforme é uma enfermidade hereditária, ou seja, passada de pais para filhos.

 

Ela em si consiste em doenças causadas por uma alteração no gene de uma hemoglobina, que é a proteína encarregada por levar oxigênio aos tecidos.

 

E como consequência dessa mudança, há diversos tipos de manifestação. 

 

Quais os sintomas da doença falciforme?
A doença falciforme pode se manifestar de distintas formas, tendo como principais sinais:
  • Dores nos ossos e articulações;
  • Icterícia (amarelamento dos olhos);
  • Infecções em geral com maior frequência;
  • Inchaço expressivo das mãos e pés;
  • Anemia crônica, ou seja, seguida e de longa duração.
 
Qual o tratamento para a doença falciforme?
Sobre esta pergunta, a resposta é que não há um tratamento específico para a doença. Existem recomendações para que o paciente siga e assim evitar sintomas e o desenvolvimento da doença.

 

Estamos falando, por exemplo, de iniciativas como: manter o calendário de vacinação em dia, não se expor à altas temperaturas, fazer o uso de medicamentos preventivos para evitar dores e infecções (sob prescrição médica), entre outros.

 

Como diagnosticar a doença?
A principal forma de se identificar a doença falciforme é por meio do teste do pezinho. Isso mesmo, aquele realizado nas primeiras semanas de vida da criança.

 

Além de poder diagnosticar com precisão a doença, o teste pode identificar possíveis tendências e traços falciformes.

 

O grande empecilho neste ponto, é que no Brasil, há ainda um número expressivo de abstenções na realização deste teste.

 

De toda forma, caso não tenha sido realizado no período indicado, é possível também ser feito por crianças a partir dos 4 meses e adultos, o exame de eletroforese de hemoglobina.

 

Onde buscar assistência médica?
Se você precisa de assistência médica, seja por suspeitas de doença falciforme ou qualquer outro motivo, conte com os hospitais do Grupo São Francisco.

 

Com ampla estrutura e pessoal qualificado, você terá à disposição o melhor serviço médico possível.

 

Sobre o Grupo São Francisco

 

Com mais de 25 anos de história, o Grupo São Francisco é composto por uma ampla rede de hospitais, dentre eles: Hospital Sagrada Família, Hospital São Francisco (Cotia), Hospital São Francisco (São Roque).

 

Amparados por tecnologias de última geração e profissionais experientes e qualificados, seus centros médicos contam com serviços de: pronto-atendimento, ambulatório de ortopedia, vascular e pediatria, laboratório de análises clínicas e radiodiagnóstico, entre outros.

 

Além de modernidade e infraestrutura, que asseguram aos hospitais a possibilidade de atender pacientes de baixa e alta complexidade, seus centros médicos são referência em atendimento humanizado, garantindo assim segurança, conforto e rapidez no auxílio de pessoas.

 

Confira abaixo as informações de contato dos hospitais do Grupo São Francisco:

 

Hospital Sagrada Família:

 

 

Hospital São Francisco (Cotia):

 

 

Hospital São Francisco (São Roque):

 

  • Endereço: Av. Getúlio Vargas, 911 – Centro, São Roque – SP.
  • Telefone: (11) 4784-9700.

 

Conteúdo: Equipe de ComunicaçãoFoto: Divulgação.

 

Confira outras notícias como esta acessando o link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *